ESTRUTURA E DINÂMICA DAS ESPÉCIES ARBÓREAS NA FLORESTA NACIONAL DO TAPAJÓS, BELTERRA – PARÁ

ESTRUTURA E DINÂMICA DAS ESPÉCIES ARBÓREAS NA FLORESTA NACIONAL DO TAPAJÓS, BELTERRA – PARÁ

Autores

  • Sarah Baumann
  • Camila Amorim Santa Brígida
  • Bruno de Almeida Lima
  • Lia de Oliveira Melo

DOI:

https://doi.org/10.55592/CFB.2022.3971344

Resumo

É necessário conhecer a estrutura e a dinâmica da vegetação visando avaliar os impactos causados após colheita de madeira para reduzi-los ao mínimo, portanto, o objetivo deste trabalho foi analisar essas variáveis antes e após a colheita de madeira em duas áreas de produção anual submetidas à exploração florestal. Utilizamos os softwares Manejo de Florestas Tropicais e Bioestat para as análises. Houve redução nos valores de número de árvores, área basal e volume em ambas as áreas, porém a distribuição diamétrica das espécies arboreas manteve-se a mesma. A média do IPA comprova que a abertura de clareiras estimula a germinação e o crescimento de novos indivíduos, portanto espera-se que haja o aumento na taxa de ingressos ao longo dos anos.

Downloads

Publicado

2022-11-09

Como Citar

Baumann, S., Amorim Santa Brígida, C., de Almeida Lima, B., & de Oliveira Melo, L. (2022). ESTRUTURA E DINÂMICA DAS ESPÉCIES ARBÓREAS NA FLORESTA NACIONAL DO TAPAJÓS, BELTERRA – PARÁ . 9° ongresso lorestal rasileiro, 1(1), 190–193. https://doi.org/10.55592/CFB.2022.3971344

Edição

Seção

Trabalhos Científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Loading...