FITOSSOCIOLOGIA DA ARBORIZAÇÃO URBANA NO CENTRO DE IGARATÁ-SP

FITOSSOCIOLOGIA DA ARBORIZAÇÃO URBANA NO CENTRO DE IGARATÁ-SP

Autores

  • Marcus Vinicius Vieira Borges
  • Alexsandra Nogueira Martins Silva
  • Krisnna Sousa Alves
  • Lucas da Silva Ribeiro
  • Sarah Gomes Nunes
  • Gabriella Silva de Gregori

DOI:

https://doi.org/10.55592/CFB.2022.9295995

Resumo

O avanço das áreas urbanas vêm evidenciando o uso inadequado da arborização, para contornar essa problemática, diversos estudos têm sido implementados a exemplo fitossociologia, que consiste em avaliar as características qualitativas e quantitativas. Este estudo objetivou analisar a arborização urbana do município de Igaratá-SP. Foi realizada a coleta das variáveis CAP e Ht, para a fitossociologia foram calculados DA,DR,FA,FR,DOA,DOR, IVI e ID. Foi observado uma abundância florística, contudo é possível identificar que a arborização urbana foi executada de forma inadequada uma vez que cerca de 30,7% das vias e praças possuem baixa diversidade, em muitos casos, abrangendo apenas 1 ou 2 espécies distribuídas em diversos indivíduos arbóreos.

Downloads

Publicado

2022-11-09

Como Citar

Vinicius Vieira Borges, M., Nogueira Martins Silva, A., Sousa Alves , K., da Silva Ribeiro, L., Gomes Nunes, S., & Silva de Gregori, G. (2022). FITOSSOCIOLOGIA DA ARBORIZAÇÃO URBANA NO CENTRO DE IGARATÁ-SP. 9° ongresso lorestal rasileiro, 1(1), 529–533. https://doi.org/10.55592/CFB.2022.9295995

Edição

Seção

Trabalhos Científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Loading...