ANÁLISE FITOSSOCIOLÓGICA DE UMA ÁREA DE CERRADO SENSU STRICTO NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA, MINAS GERAIS.

ANÁLISE FITOSSOCIOLÓGICA DE UMA ÁREA DE CERRADO SENSU STRICTO NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA, MINAS GERAIS.

Autores

  • Francieudes Pereira
  • Vandir Madureira Cardoso
  • Daniel Somma de Araujo
  • Jhonatan Willian Moreira
  • Sybelle Barreira

DOI:

https://doi.org/10.55592/CFB.2022.8434431

Resumo

O presente trabalho, teve como objetivo de apresentar uma análise fitossociológica com dados de um inventário contínuo, a fim de traçar um plano de manejo adequado para a área. Os dados inventariados são oriundos do município de Brasilândia, noroeste de Minas Gerais. No levantamento fitossociológico, foram quantificados 3601 em 40 parcelas, obtendo um total de 100 espécies, pertencentes a 43 famílias. A espécie com maior dominância absoluta foi a Curatella americana (6,05). Por meio da análise do Índice de Morisita classificou todas as espécies em comum ou rara. Apenas um indivíduo ultrapassou a classe diamétrica de 30 centímetros. Para fazer o manejo nessa área, o custo será bastante alto, para uma produção baixa.

Downloads

Publicado

2022-11-09

Como Citar

Pereira, F., Madureira Cardoso, V., Somma de Araujo, D., Willian Moreira, J., & Barreira, S. (2022). ANÁLISE FITOSSOCIOLÓGICA DE UMA ÁREA DE CERRADO SENSU STRICTO NO MUNICÍPIO DE BRASILÂNDIA, MINAS GERAIS . 9° ongresso lorestal rasileiro, 1(1), 620. https://doi.org/10.55592/CFB.2022.8434431

Edição

Seção

Trabalhos Científicos
Loading...